Make your own free website on Tripod.com

c.gif (2553 bytes)a.gif (2564 bytes)r.gif (2640 bytes)n.gif (2716 bytes)a2.gif (2783 bytes)v.gif (2757 bytes)a.gif (2564 bytes)l.gif (2344 bytes)

Carnaval em Congonhas
Este ano Congonhas teve um de seus piores carnavais. Uma grande decepção para os foliões locais. Nem os blocos mais tradicionais como Madames de Ré, 10 Prá's 8, Mimosas, Ratinho, etc., não sairam.

Quando saem, as escolas de samba de Congonhas fazem um espetáculo que não decepciona: Matriz, Praia, Jacuba e Mocidade deixam saudades e estão fazendo muita falta.

Programação do Carnaval 99

Dia 13/02 - Sábado
05:00 horas - Desfile dos blocos "Romper da Alvorada" e "Dorminhocas"
21:00 horas - Abertura oficial do carnaval.
22:00 horas - Desfile do bloco "Vai quem quer"

Dia 14/02 - Domingo
20:00 horas - Desfile do Bloco "Alegria"
21:00 horas - Desfile do Bloco "Paz Padaix"
22:00 horas - Desfile do Bloco "Profeta"

Dia 15/02 - Segunda
21:00 horas - Desfile do Bloco "O Morro de Santa Cruz"

Dia 16/02 - Terça
21:00 horas - Desfile do Bloco "Manda Brasa"

Os blocos desfilam na Av. Marechal Floriano.
Matinê todos os dias a partir de 16:00 horas.
Super Baile Popular com a Banda Acos.

Portela
Este ano a Portela homenageou Minas Gerais, fazendo referências em seu enredo aos profetas do Aleijadinho. Confira a letra do samba enredo.
Enredo: DE VOLTA AOS CAMINHOS DE MINAS
Carnavalesco: José Félix Intérprete: Rogérinho
Compositores: Noca da Portela, Colombo, J.Rocha e Darcy Maravilha
BIS Lá vem o trem, lá vem, lá vem
Nesse balanço eu vou também
Com minha "Portela" e você meu bem.
Viajei...pelos caminhos de Minas
Encontrei obras bem feitas pela mão divina
Solo rico em minerais e belezas sem iguais
E essa gente hospitaleira
Trabalhando com bravura e amor
Pela cultura brasileira
Poetas; cantores, escritores geniais
Mago da escultura e figuras imortais
Heróis Inconfidentes e Presidentes
Que deram o coração
Pelo progesso da nossa nação
BIS Ô, ô Minas Gerais, ô, ô Minas Gerais
Quem te conhece não te esquece mais
Quem te conhece não te esquece jamais
Lá ...teve escrava que se fez rainha
E a feiticeira lá em Araxá...e sinhá...
Um rei...com seu toque de bola encantou o mundo
Guerreira, com o canto de um Sabiá
Pura magia e poesia popular
Traz o tempero desse teu quitute
Um cafezinho pra adoçar o paladar
Vem pra congada, marujada, cavalhada
Toca sanfona nesse arrasta pé
Canta pro santo um canto de fé
BIS Luz com seus raios divinais
Iluminai nossa "Portela"
Que vem cantar Minas Gerais