Make your own free website on Tripod.com
ARTESANATO

estatua.gif (9811 bytes)- A Escola Artesanal Cardeal Mota, fundada por Raul Nibert, contou com a participação do escultor Brasilino (ambos cariocas), trabalharam com cantaria e escultura em pedra-sabão. Dentre seus alunos citamos: Valdomiro, Décio Dutra, Aurélio (da Casa de Peças), Brás Henrique (Brazinho), Raul Santiago (Raulzinho). Os dois últimos ainda sobrevivem da arte de escultura em pedra-sabão, mas são inúmeras as “pedras” no caminho: como a escassez da matéria prima e o monopólio exercido pelos fabricantes de panela de pedra-sabão.

- A Escola de Artesanato fundada pelo Padre Marcus Guabiroba e D. Helene Basevi trouxe professores como o argentino Sacha e a professora da Escola Guignard, Maria do Carmo.

- A Escola de Pintura e artes plásticas do CEARC e Oficina de Artes da Romaria.

- Hoje todas as escolas citadas acima estão desativadas. Atualmente na Romaria sobrevive a Feira de Artesanato, todos os domingos, de 8 às 13 horas. E na Praça do Santuário, dentre outras, as lojas dos Senhores Antônio e José Reinaldo que vendem produtos em pedra-sabão aqui confeccionados.

Alguns nomes de destaque: Tadeu (hoje em Ouro Preto) escultor; nas artes plásticas: Rosângela Vartuly, Nadeje, Jomadi.

Luciomar

Destacamos o artista Luciomar (desenha, pinta, esculpe, toca, escreve, etc.) uma unanimidade em Congonhas não só pelos inúmeros dons artísticos que ele possui, mas pela naturalidade que os conduz. Luciomar permanece em Congonhas, mesmo após convidado para trabalhar nos grandes centros como São Paulo ou Rio de Janeiro ou mesmo fora do país, recusando, inclusive, convite da "poderosa" Rede Globo.